UNIVERSO INTELIGENTE

Nossa comunicação com o Universo Inteligente.

Fatores chave de nossa conexão ionogenomática e a percepção consciente. Como podemos melhorar nosso bem-estar físico e espiritual?

Fonte: StarViewerTeam

Há décadas, já se conhece a relação existente entre os Raios Gama e nosso DNA. Para isso teremos que dar uma olhada nos estudos iniciados pelo Físico Alemão W.O.Schumann em 1952.

Essa questão sobre a influencia entre as Ressonâncias Schumann (SR) e o cérebro humano, foi verificada posteriormente pelo Dr.Michael König (1954), cuja a Tese doutoral, versou precisamente sobre a relação existente entre a conduta humana e ditas Ressonâncias, e posteriormente foi o Dr.Polk (1984) quem analizou detalhadamente, a relação entre as tormentas solares e os Sinais de Ultra-Baixa Frequência (ULF).

Estes espéctros de ULF, interagem de forma sistemática com o cérebro dos mamíferos, gerando padrões de alteração de conduta a medida em que a Ionosfera muda sua composição Eletromagnética.
O fato de que o ser humano seja consciente desse processo, lhe permite Interatuar de forma ativa com as Ressonâncias, utilizando sua dimensão mental.
Medição espectral realizada por Polk (1982), e realizada próximo a cidade de Kingston, Rhode Island, segundo o estudo realizado por Neil Cherry (2001) pela la Universidade Lincoln de Canterbury na Nova Zelandia. O gráfico mostra uma “Pentabanda” das Ressonâncias Schumann.

1.- Nosso cérebro atua como uma sofisticada antena de telecomunicações.

Nosso cérebro opera satisfatoriamente utilizando sinais oscilantes que são um milhão de vezes menores que o potencial da membrana das células. Os estudos de Neil (2001), detalham específicamente que o nível de negociação eletromagnética das células se altera, ampliando seu espectro eletromagnético, como se fossem receptores de sinais. De fato, os receptores da membrana celular que tem uma ampitude de 10 +5 V/cm que interagem com as ondas cerebrais, que tem uma amplitude de onda de 10 -1 V/cm.
Diversos experimentos reproduzidos em laboratório por Jenrow, Smith e Liboff (1996) demostraram que os seres humanos, reagem aos sinais de ULF, em diferentes bandas que vão desde los 10 -7V/cm a 10 -8 V/cm.

2.- O processo de absorção das RS e a negociação celular.

Originalmente, pensava-se que a negociação celular era uma função independente de outros processos bioquímicos do organismo. Entretanto, as últimas descobertas (Guerrero, Broers e Sang- Hoon Lee, Tsodyks e Markram, Jaffe, 2009-2010) em bioinformática, são “chaves” nesse processo, e frisam a inquestionável coerência interna de nosso eficiente sistema neurotransmisor no qual geram complexos processos de produção e conexão de diferentes elementos químicos em nossas conexões sinápticas tais como a Calmodulina, Serotonina, Glutamato, Litio (Li), Potasio (K), Sodio (Na) e o Cálcio (Ca), que interagem com as proteínas “QBITS” e o DNA.

No processo de absorção contínua das Ressonâncias Schumann, o Íon de Calcio possui um papel crucial, pois ao estimular-se de forma interna com as frequências geradas na negociação, atua como um supercondutor e muda a velocidade de transmissão de pacotes de dados “qbits” estimulando o Cálcio como supercondutor, e interagindo com a Calmodulina e determinados códons de nosso DNA, em função de nossos estados de ânimo e emoções, consolidando de forma quântica a informação presente nas proteínas.
Esses estímulos, possuem um papel crucial quando são mantidos a longo prazo, com uma adequada gestão de emoções que exercem o papel de emissores-receptores na comunicação, potencializando positiva ou negativamente essas transações.

2.1.- A Chave está no Ión de Calcio.

Os íons de cálcio Ca2+ possuem um papel fundamental na regulação da vida diária das células e em particular dos neurônios. A dinâmica do Cálcio intracelular livre (em forma iônica) está controlada por uma série de processos químicos e biofísicos, como a difusão e o enlace com diferentes receptores ou proteínas, que atuam como um “estoque” de Cálcio ou buffers, ou como sensores de Cálcio que iniciam outros processos celulares. Enquanto os buffers só se unem ao Ca2+ em virtude de uma concentração crítica do mesmo, e voltam a liberá-lo no citoplasma quando Ca2+ se reduz abaixo deste valor crítico, algumas proteínas — como a Calmodulina — mudam sua estrutura conformacional quando se acoplam a Íons de Cálcio (atuam como motores moleculares), para ativar ou modular enzimas, abrir ou fechar canais iônicos, ou ativar outras proteínas. Além disso, o Ca2+ dentro da célula, por exemplo, produz a ativação de certas correntes iônicas de membrana como a IK(Ca) que é relevante para certa plasticidade sináptica (facilitação) e “chave” no processo de absorção pelo DNA.

O mecanismo das reações biofísicas de absorção das Ressonâncias Schumann, foi acidentalmente descoberto quando se tratava de analisar seu efeito no comportamento dos macacos e os Seres Humanos ao interagir com os estímulos dos sinais cerebrais. Ficou evidente nesse experimento que as bandas de frequências RS, alteravam significativamente os fluxos dos Íons de Cálcio na transmissão celular. O experimento foi realizado por primeira vez en 1976, e foi repetido em diferentes laboratórios independentes, verificando-se os mesmos resultados, até que se aceitou como uma evidência científica em 1990 por Blackman. Entretanto, Andrew Schwartz na Universidade de Pittsburgh, realizava um experimento similar e obteve resultados similares em 2002.

O efeito biofísico de modificação do Íon de Cálcio é consequência da modulação da frequência, e não da intensidade do sinal, circunstância esta que evidencia uma modificação por Ressonâncias, que gera reações não lineares na negociação celular. Entendendo por isso, emoções, estímulos e percepções não submetidas a dimensão espaço-temporal.

A absorção, gera efeitos parecidos a ingestão ou indução de determinadas substâncias externas, salvo que as produzimos e controlamos mediante as nossas emoções em nível consciente.

Esta descoberta, explicaria muitos dos processos auto-induzidos de conexão com as realidades quânticas, e em particular, explica de forma sistemática a canalização quântica ou conexão com as realidades trascendentes.

Nos processos de negociação, interagem nossas emoções, que de forma consciente atuam como um “painel de controle” quando supõem condutas contínuas no tempo. A questão, reveste uma especial importância já que existe uma especial correlação entre o relaxamento, stress e os processos de incremento de frequências na inibição/absorção das Ressonâncias Schumann.

O seguinte diagrama, mostra como a gestão das emoções interage com a Ressonância e os tempos de negociação, gerando diferentes estímulos-reações no Hipotálamo e na Amígdala:

Os diferentes estímulos, geram cenários que oscilam entre a inibição absoluta da regeneração neuronal à capacidade de autoregeneração dos neurônios, tanto no hipotálamo como na amígdala. Estes resultados são coerentes com os obtidos por Andrew Schwartz contrastados por Tsodyks e Markram en 2007.

2.2.- A síntese das proteínas pelo DNA.

Todos os processos de negociação neuronal anteriormente descritos, culminam na síntese das proteínas. A ativação e absorção do Litio (Li) é chave neste processo e dita substância se produz de forma natural pelo nosso organismo nos estados próximos a um relaxamento cerebral. Nos casos em que o individuo se manifesta de forma prolongada, ciclos cerebrais próximos ao “alfa” (Não superiores a 13 ciclos por segundo), hiper-ativa os sensores cerebrais do hipotálamo interagindo com a amígdala, e ativando assim a Glândula Pineal que gestiona os processos de início da percepção e atenção.

A meditação, a criatividade, a “oração”, etc … ajudam na gestão de emoções, e com o tempo ativam o processo de absorção do Litio, assim como liberando Potásio e reequilibrando o Sódio na transação neuronal. A geração de pensamentos, emoções afetivas e positivas entre outros, retroalimenta o processo, até o ponto de modificar o Íon de Cálcio incrementando as transações de “pacotes de dados”, os “QBITS”.

A recente descoberta do Cálcio como supercondutor sob os estímulos das Ressonâncias eletromagnéticas, em Abril de 2010, é coerente com o experimento verificado por Oganov, Yanming Ma, Ying Xu, o qual utilizaram em um laboratório de difração de ondas eletromagnéticas, conseguiram estimular os Íons de Cálcio e cataloga-lo como o melhor supercondutor conhecido até o momento.

A esquerda(A) o Cálcio em estado normal. A direita(B) a estrutura excitada do Cálcio por radiofrecuência.

Sem dúvida, esta descoberta explicaría a interação já exposta por Hameroff Watt, com respeito a relação Ca-Calmodulina, e verifica empíricamente a possibilidade de alcançar as velocidades transacionais de 10 a 100/ms em 1 nanosegundo, algo que unicamente pode se conseguir num processo de convergência contínuo com as Ressonâncias Schumann.

Em 1997, um grupo de investigadores da Universidade de Rochester, dirigidos por Kool e Guckian, colocaram como uma forma de manifestação, os resultados de seus experimentos de replicação “in vitro” onde que no lugar de Timina (T), utilizaram um nucleósido com uma base análoga, o difluorotolueno (F).

Curiosamente, o difluorotolueno, não forma facilmente enlaces de hidrogênio, a pesar de ter a mesma forma que a Timina. O resultado foi surpreendente: A replicação foi possível, onde verificaram que os enlaces de hidrogênio, não eram decisivos para essa replicação.

Entretanto, as modificações aplicadas por Kool e Guckian consiguiram expor com certa relevância, que a “chave” da correta replicação da estrutura, se conseguia por Ressonância Magnética Nuclear de una dupla hélice de DNA que continha o par A-F.

De fato, Kool mostra a eficiente replicação de um análogo apolar de Adenina, o 4-metilbenzimidazol (Z), com o análogo apolar de Timina (F). Neste processo, a formação de enlaces de hidrogênio é quase imposível, e a replicação foi mais rápida do que com os pares de (A-T), (C-G) tradicionais.

Por tanto a explicação está na Ressonância Magnética e as estruturas iônicas de determinados elementos que atuam como supercondutores ao serem expostos a mesma.

2.3.- O efeito quântico das proteínas no DNA.

Tudo isso implica que existe uma retroalimentação entre a emissão-recepção e por tanto, as Ressonâncias Schumann, interagem igualmente de dentro pra fora. Desde a conciencia até a negociação celular e o DNA.

Esta coerência supõe a capacidade de superposição quantica de certas proteínas e ao mesmo tempo, explicaría o esquema do desbloqueio dos códons de DNA, realizado por Yumi Kawazoe, Masahito Yamamoto em 2001.

O esquema implicaria o seguente processo:
Adicionalmente, teríamos que:
Aplicamos as forças de acoplamento dipolar entre as nuvens de elétrons dos átomos adjacentes ou grupos moleculares. (Efeito Van Der Waals).

E, por tanto, o modelo encaixa com os experimentos de Kool e Guckian, na medida que verificamos o nexo de enlace com a lógica do Ca, tal e como já vimos no enlace com o Íon de Cálcio, proteínas e seu armazenamento.

Por tanto a relação de armazenamento das proteínas sería a seguinte:

No modelo, o QBIT, constitui por superposição o acoplamento bipolar.

Sendo assim, a Calmodulina e o Cálcio interagem intercambiando cargas eletromagnéticas. Neste ponto, a interação das estruturas agrega moléculas complexas de aminoácidos aromáticos que replicam e consolidam os pacotes de informação, atuando como autênticos aceleradores de informação, ou semicondutores.

As modificações de nosso DNA não só podem ser negativas como acostumamos a ler nas publicações farmacêuticas: “Crescimento de tumores e proliferação de vírus”, mas também positivas: “Inversão dos processos de enfermidades e estados de hipersaúde e hiperlucidez.” As emoções interagem claramente nesses processos, mediante a regulação consciente dos ciclos cerebrais. As emoções positivas e/ou negativas mantidas no tempo, afetam sem dúvida alguma o nosso “bem estar” físico e a longo prazo determinam nossa configuração genética.

3.- Como podemos melhorar nossa saúde física e espiritual?

Temos a capacidade e a responsabilidade de gerar “bem estar” aos que nos rodeiam aprendendo a administrar nossas emoções de forma positiva.

O fator emocional é chave na saúde física, mental e espiritual. Uma alimentação equilibrada e rica em nutrientes é essencial para se sentir bem consigo mesmo e com os que nos rodeiam, além de da prática de exercícios físicos.

Porém, igualmente devemos refletir sobre alguns hábitos automatizados que nos impedem a gestão satisfatória de nossos sentimentos mais profundos. E nesse sentido, gerar atitudes proativas baseadas numa reflexão positiva, a amabilidade, as boas maneiras, a assertividade e a espiritualidade, nos permitem ativar progressivamente, muitas das funções e atitudes que permanecem adormecidas em nosso DNA.

A meditação nos ajuda a relaxar os ciclos cerebrais, mas deve ir acompanhada de uma profunda convicção de nosso ser como pertencente a um Universo Inteligente em que formamos parte. É essa aceitação da trascendência, que nos da acesso a Harmonia (Equilíbrio).

Automatizar condutas negativas não é saudável, e menos ainda, abater-se por sensações de negatividade ou decepção. Biofísicamente, temos a capacidade de nos reconciliar com nós mesmos, tomando a responsabilidade ativa da criação que é muito mais estimulante e saudável.

O Yoga, a música, o contato com a natureza e outras atividades como o esporte, são instrumentos que nos facilitam a comunicação com nosso ser de luz. Qualquer método nos ajuda nesse sentido, sempre que não nos esqueçamos qual é o objetivo de nossa existência: Alcançar a felicidade. O que científicamente estamos em condições de afirmar, é que existe uma clara relação entre a correta gestão das emoções, o amor, entendido como serviço ao outro e a saúde, tanto física como espiritual. O estudo dos padrões da música, os armônicos, as ressonâncias e as frequências, é crucial como ferramenta de trabalho.

A Psicologia Quântica Diferencial, tem por finalidade ensinar ao individuo a gerar seus próprios meios de ressonância com o Universo, reduzindo ao máximo sua dependência de agentes externos, adições e automatismos insanos. A retomada de conciência do EU reconciliado com seu SER de luz e feliz, é a chave da evolução espiritual e requer um trabalho pessoal que agrega a maior das recompensas: A ativação plena da conciência e a gestão eficiente do SER: Aprender a pensar, aprender a sentir e como consequência, aprender a nos comunicar com nós mesmos, com os que nos rodeiam e com o Universo.

Autor: Dr.Rafael López-Guerrero.
Research Diretor IRCAI.(Instituto Radiofrecuencia Cuántica Avanzada Internacional).http://www.ircai.eu

Bibliografia Recomendada:
1.-Las Bases Científicas del Diferencial König-Guerrero: La Relación Ionogenomática y las Resonancias Schumann. Radiofrecuencia Cuántica Diferencial y análisis de los procesos biofísicos de la conciencia. López-Guerrero,Rafael, Dieter Broers Ernst, Betés de Toro,Mariano, Cahue Gamo,Mila. IRCAI-Departamento de Radiofrecuencia, Neurociencia, Biofísica y Psicología. IRCAISCIC20100703RLG. Junio 2010, Instituto de Radiofrecuencia Cuantica Avanzada Internacional.IRCAI.SL).
2.-El error de Descartes: Damasio, Antonio: La emoción,la razón y el cerebro humano: ISBN:84327876
3.- A mathematical model of agonist-induced propagation of calcium waves in astrocytes. Authors: Roth BJ , Yagodin SV , Holtzclaw L (ISSN: 0143-4160) (ESSN: 1532-1991)[1995 Jan; Volume: 17 (Issue: 1 )].

LIBERTEM-SE DO MEDO – KRYON

Caldas da Imperatriz

LIBERTEM-SE DO MEDO

KRYON

 

Encerra-se um ciclo e com ele muitas expectativas acerca do encerramento deste que, para muitos, seria recheado de acontecimentos televisivos, naves expostas aos quatro cantos do planeta, tudo gerando certo pânico e desorientação na grande população que aguarda, paralisada, a concretização de catástrofes.

Algumas assim esperam, pois é da natureza dos seres humanos nivelarem-se por baixo, como se o Criador não tivesse a preocupação e o cuidado de operar toda a Obra, que é Dele, da melhor forma possível, dependendo das condições, conveniência e principalmente do aprendizado que o mesmo proporciona a todos.

Mas, Eu costumo afirmar e alguns duvidam quando digo: vocês são infinitamente amados, todos que escolheram estar aqui nesse momento em que a Terra muda de grau, de classe e de padrão vibratório; pois são as centelhas do Pai que possibilitam a realização e, consequentemente, a ancoragem das energias que estão sendo dispensadas à Terra, e por razões óbvias, devem estar mais intensas, pois os movimentos dependem desse quantum de energia que só vocês, mestres, podem manter circulando na esfera terrestre, enquanto os trabalhadores da luz, do lado de cá, executam as ordens superioras.

Kryon, você está dizendo que nós somos responsável por certo quantum de energia aqui na Terra?

Sim, é exatamente isso.

Meus queridos Mestres, faróis de luzes, centelhas de luz do Pai, acreditam que as alterações que ocorreram e continuam a acontecer em vossas células, em seus DNA’s, e digo alteração, quando na realidade estamos querendo dizer ativação, entre outros propósitos, tem o papel de mantê-los com o padrão espiritual elevado toda parte do tempo e conectados com as |Hostes Celestiais, a fim de executarem as determinações com o menor esforço e maior eficiência desse lado do véu.

Os mecanismos que integram essas mudanças já foram revelados, vocês não mais precisam se aterem ao “modo de fazer” que costuma acompanhar as receitas caseiras, não é necessário.

O que todos agora precisam é CONFIAR.

A consciência da mestria de vossas almas, o despertam para saltos maiores que os elevam na escala evolutiva da humanidade, devendo ser o que os orientará e não adianta chorar pelo ovo quebrado, se para matarem a fome, precisarão quebrar muitos ovos para fazerem a omelete. Precisam?

A incredulidade e o ceticismo representam entrave pessoal, mas quando isso é tomado como filosofia e se objetiva formar opinião em massa, passa a ser tido pela Espiritualidade que conduz o processo, como ameaça aos Planos Divinos, reflitam sobre isso.

A confiança nos desígnios Divinos é o que os impulsionam às ações nobres de auxílio ao próximo, pois de igual forma, os Sacerdotes em Atlântida mesmo conhecendo o destino iminente do continente que submergia nas águas, mantiveram-se confiantes e em oração ao Alto.

A nobreza do ato desses Sacerdotes é um grande exemplo de fé e confiança, e são esses exemplos que devem ser lembrados por todos vocês, na atualidade, e não alimentem a desconfiança, incredulidade, desânimo, ou seja, não projetem nos que estão ao seu redor as mazelas que são só suas.

Vocês acham justo compartilhar o azedume, a empáfia, o desdém, o desprezo, e ainda acreditam que com isso vão obter alguma espécie de projeção social?

Crianças cósmicas, mestres de luz, é chegada a hora de abandonar a postura da criança que chora pelo brinquedo que Pai ameaça tirar, não acha?

Kryon, você está afirmando que somos infantis?

Digo-lhes que são Mestres e são infinitamente amados, porém, ainda há aqueles que insistem em fazer ameaças e até a contrariarem seus Pais, caso esses tirem o seu “brinquedinho”.

E o que é o “brinquedinho” na atual circunstância?

Já perceberam que estamos falando do próprio corpo, da alma, do espírito, cuja propriedade que nos pertence é ínfima diante da imensidade da Criação, ou alguém aqui ainda duvida dos diversos seres que habitam os incontáveis Universos que constituem os Sistemas Planetários?

O medo decorre dessa ilusão de posse diante do que a ilusão da matéria hoje proporciona a vocês. O corpo físico, os bens, os familiares e amigos, decorrem do holograma terreno necessário para o exercício de um papel que todos vocês foram chamados a exercer nesse momento.

Em nenhum momento foi dito por qualquer dos avatares que já estiveram na Terra que vocês levariam esses “bens”, ou aqui em nossa conversa – “brinquedinho” – com vocês para qualquer outro lugar, alguém já disse isso de maneira coerente e articulada?

E mesmo com esta consciência da fugacidade da vida, muitos, incontáveis de vocês escolhem passar a maior parte da vida preocupando-se o que fariam se este ou aquele, ou mesmo o que ocorreria consigo, caso partissem da existência, deixassem esse corpo físico.

Tenho certo e afirmo, não há com o que se preocuparem, pois já sabem que o veículo espiritual que faz parte de vossa alma não morrerá com o corpo de carne e por que ainda alimentam tanto medo?

Ah Kryon, você está dizendo que não devemos ter medo da morte?

É quase isso, não exatamente.

Digo-lhes que devem preocupar-se menos com essa possibilidade que integra o contrato de todos vocês, pois faz parte de uma cláusula pétrea e nada poderá alterar, ou alguém aqui conhece algum ser humano que ficou para semente?

Não?

Bem, crianças amadas, se isto é uma verdade incontestável como dizem vocês aqui na Terra, então pergunto: Por que perderem tanto tempo com algo que é inevitável?

Quando vocês se permitem darem espaço para a energia do medo, vocês estão transferindo a energia vital, do amor e da realização para outro campo, onde pode ser canalizada de maneira inadequada, pois, poderão serem instrumentos de vilania de algum outro irmão terrestre que perdido poderá conduzi-los às filosofias que ele acredita ser a correta.

Em resumo, amadas crianças, a manipulação em massa surge dessa consciência latente e não bem administrada do medo que passa a colocá-los em um grupo de seres potencialmente manipuláveis por ideologias que favorecem os interesses de quem os conduz.

Agora, nesse instante, falamos da hipótese do líder, do político, que pretenda manter seus fiéis eleitores sob seu domínio ideológico – alimentar a energia do medo é o que os mantém fortemente ligados e dominados por quem insufla esse medo despropositado e conveniente aos seus interesses.

Mas Kryon você agora vem nos falar sobre Política?

Não exatamente, quero falar-lhes de liberdade e confiança.

Quando disse que devem confiar, exercer a fé em suas mais nuances possíveis na existência física de vocês, amados filhos, é por que quero que libertem-se da dominação ideológica que percorre a História da Humanidade há muitos éons, e os impedem de terem suas próprias idéias e conclusões, ou seja, sabotam vosso EU SUPERIOR.

Ah, agora sim Kryon, começo a entender o seu propósito…

Pois bem, confiar os exclui do grupo dos que alimentam a energia do medo e se sujeitam as mais vis situações para se manterem “protegidos” dos fantasmas que surgem dessa situação.

Vamos recordar agora a nossa infância?

Lembram-se quando vocês iam dormir, à noitinha, e alguém os deixava em algum momento totalmente no escuro? E aí se lembraram da remota sensação de medo que os acometia naqueles instantes que precediam o sono?

Imaginem que seus pais quisessem que vocês realizassem alguma atividade doméstica e durante esse período, no escuro, negociassem a manutenção da luz acesa até vocês concordarem a realizar essas tarefas, ficou mais claro agora quanto o medo pode ser criado para quem os criou possa manipulá-los?

Exorcizar o medo em todos os seus aspectos é garantir a libertação da alma para saltos maiores em todos os aspectos e possibilidades de crescimento que um espírito, em experiência terrena, pode alcançar. Compreende a dimensão dessa condição, como requisito para a ascensão?

Portanto queridas crianças cósmicas, aos que lerem essa mensagem, trabalhem os medos que ainda podam o florescimento de vossas mestrias e os deixam suscetíveis à alguma forma de dominação.

Libertem-se dessas cordas constituídas da energia do medo, fortaleçam a confiança em si, reconheçam e assumam vossa mestria e ignorem se a mestria alheia poderá ou não lhes acrescentar algo, pois a dependência no momento presente, em nada os auxiliará.

Assumam as genialidades que se encontram dentro de cada um de vocês.

Vocês são ternamente amados, mas respeitamos vossas escolhas, no entanto, não deixaremos de lembrá-los que já são Mestres e ninguém poderá ameaçá-los a tirar-lhes o que conquistaram por mérito e a custo de muito aprendizado na jornada cósmica de todos vocês.

A comitiva parte e hoje pedimos apenas que assumam vossa mestria e os medos se dissiparão, as garras que os prendem às realidades pretéritas também desaparecerão, pois são livres para, finalmente, exercerem vossa Mestria com amor e dignidade.

Eu Sou Kryon do Serviço Magnético.

Mensagem de Kryon, canalização de elisangelis em 30.12.10, às 5h(Brasília)

Caldas da Imperatriz
Caldas da Imperatriz – findatarde de verão – 2010
foto: Karla Kinhirin – arquivo pessoal

A MATRIZ DE CONTROLE E A MATRIZ MELCHIZEDEQUE

A MATRIZ DE CONTROLE E

A MATRIZ MELCHIZEDEQUE




Conferência por André Louro de Almeida

A força da Confederação Intergaláctica neste planeta é colocada essencialmente no translado da nossa consciência, dos nossos veículos, dos nossos hábitos, da nossa vida sutil, dos seres que contêm amplitude e grau luz para fazer esse translado do campo da matriz de controle para a matriz Melchizedeque.

É um trânsito entre duas matrizes, dois campos de sustentação da consciência*

(* A consciência é um ponto de intercecção entre pólos.)

A humanidade tem sido usada, diminuída e limitada por um campo que favorece um determinado tipo de consciência. À medida que o servidor aprende a estar estável no seu campo de serviço, os Irmãos podem ampliar a percentagem de luz que o teu ser irradia. Serviço é operar na descida da energia luminosa (ancorar essa energia em cada um de nós)  que o planeta está profundamente carente.

À medida que o verdadeiro ser retoma o controle da periferia da consciência e o bombardeamento de luz começa a desprender-se, verdadeiramente de ti para o meio ambiente, a consciência começa a ser libertada das cargas que nos mantêm num determinado tipo de relação sujeito/objeto que torna o mundo mais ‘sujeito’ ainda e nós próprios mais ‘objetos’.

A matriz de controle é uma frequência que usa a hipófise e as glândulas para nos manter numa certa leitura da realidade.

O que os Grandes Seres estão a fazer em cooperação com anjos de amplitude continental, é desligar, dissolver mitos electromagnéticos, formas pensamento que mantinham a nossa consciência aprisionada.

A matriz de controle, que tem pontos de apoio em Itália, México, Estados Unidos, Indochina, utiliza o plexo solar para injetar micro derrapagens na consciência de luz. Elas não podem ser demasiado fortes porque, então, perceberias que estavas a ser controlado, nem podem ser suficientemente subliminares porque podem não produzir efeito. Então, existe e é necessário um certo grau para manter o homem na sonolência. É um ponto extremamente útil quando é necessário manter uma camada de sono a envolver o Logos Planetário.

O controle é feito a partir do plexo solar. O medo, o poder e o desejo são as três grandes superstições básicas que constroem o mito acerca do que eu tenho que fazer a cada dia. Os Irmãos estão a desligar gradualmente (não pode ser demasiado rápido porque seria fatal e não pode ser tão lento quanto tem sido até à data), essa forma-pensamento que controlava a humanidade. Se os agentes que favoreciam essa matriz de controle estão a entrar, também, em entropia, nós vamos começar a sentir um profundo esvaziamento e perda de referenciação. Isto deve-se a que, à medida que Eles desligam a matriz de controle – e enquanto a firmeza da consciência na rede Melchizedeque não acontece – tu ficas momentaneamente sem percepção da realidade, isto é, a realidade revela-se como um holograma cujo valor é inteiramente dependente de ti. As coisas deixam de ter um valor absoluto exterior; tu passa a ser o atribuidor de luz em relação às coisas. A realidade à nossa volta é uma construção holográfica.

Toda a leitura que fazemos da realidade acontece porque, neurologicamente, estamos estabilizados num nível. Vocês estão a ver a minha imagem transportada para dentro das vossas telas neurológicas, não estão a me ver …

Se eu domino a matriz planetária que estabiliza o sistema nervoso de todos os seres nesse consenso, eu posso injetar qualquer informação para dentro da matriz e posso pôr povos inteiros em guerra. Esta questão de que nós vivemos sob hipnose é tão importante quanto isto, depende do controle que é feito sobre esse campo coletivo dentro do qual a humanidade toda se reconhece, vive e alimenta porque é um processo de dar e receber. A matriz é alimentada pela tua consciência e depois a matriz alimenta a tua consciência. É um processo de amor/ódio entre o prisioneiro e o carcereiro. Eles têm até 2008 para desativar completamente a matriz de controle, isto significa que as pessoas vão começar a ter acesso à realidade sem que esse acesso passe pelo veículo coletivo planetário que foi programado pelas hierarquias caídas ligadas à certas rebeliões cósmicas.

Tu vais olhar para um pinheiro e a última coisa que vem à tua consciência é a palavra pinheiro. A palavra pinheiro existe numa região do córtex onde é feita a associação entre objeto e vocabulário. À medida que começas a ser liberto da matriz de controle, toda a atribuição de vocabulário fica liberta igualmente. Tu continuas a ter o poder de atribuir vocabulário, a ter o poder semântico de atribuir valores e significados abstratos às coisas à tua volta mas, simplesmente já não é mais importante. O que é mais importante na rede Melchizedeque é se tu te estás sentindo, fundindo, experimentando, realizando no teu nível interno, a consciência do pinheiro, ou seja; Eles vão começar a desativar toda a rede mental onde nós vivemos a maior parte do tempo.

Quando os suportes mentais começam a ser limpos – como prisão, não como campo de exploração – este ser tem dois caminhos: ou ele sobe e se estabiliza no plano intuitivo ou ele é traccionado para o plano das emoções à solta. O ponto mental intermédio no qual nos mantemos defendidos das forças universais positivas ou negativas está a ser removido. Não existe mais nenhuma segurança no plano mental. No princípio dos anos 90 deu-se a morte das ideologias. Da mesma forma que Eles desativam certos tipos de espécies vegetais e animais, e desativaram os campos morfogenéticos que mantinham as ideologias vivas, ficou aquilo em que, em termos espíritas, podemos chamar o cascão das ideologias, e o que se encontra hoje, nos partidos políticos, são, à superfície, cascões ideológicos, e à medida que se aproximam do núcleo, as mesmas lutas de poder.

A consciência plana em campos coletivos. Existem certos tipos de radiação electromagnética que anulam a memória das últimas 3 horas. A tua consciência depende, a este ponto, de sustentáculos invisíveis.

Os Irmãos estão começando a retirar películas da matriz de controle sucessivamente, invólucros que mantinham grandes linhas de pensamento, grandes traves mestras do funcionamento da civilização. Este servidor está a começar a compreender que faz parte do contingente da humanidade a que se poderia chamar humanidade ponte que é um setor da humanidade que contém flexibilidade na consciência para assistir à desativação de um campo de comportamento coletivo e simultaneamente ancorar em si um novo campo vibratório.

Nós não estamos a falar de uma ideia. Quando se insiste em Saint Germain como o senhor da liberdade, da nova era, isto é uma ideia, um processo de contemplar a tarefa de uma grande hierarquia. Mas o que estamos a tratar hoje não é a ideia, é o fato oculto, a lei por detrás da ideia. A ideia é de que, em qualquer momento, vão acontecer descontinuidades na realidade, isto é, no Km 14 estás na 3ª dimensão mas no Km 15 estás na 4ª dimensão, descontinuidades dimensionais como acontece nos Açores ou no Triângulo das Bermudas.

Essa descontinuidade acontece naquela zona porque Eles desativam a matriz de controle e tornam disponível o campo de sustentação Melchizedeque.

Este servidor tem como próxima experiência, nos próximos anos, a percepção de alternância entre a matriz de controle e o campo de frequência Melchizedeque e tu vais notar, claramente, a hibridação da tua consciência. Tu vais ficar entre a matriz de controle e o campo Melchizedeque.

A diferença é que este híbrido já tem instrumentos de observação sobre o que lhe está a acontecer. Tu vais poder observar um período de indefinição em que já não és o burguês automático, alienado, e o estado de nobreza que reconhece a descida da força e este estado de nobreza contém poder de repulsão.

A matriz de controle atua sobre o plexo solar, a rede Melchizedeque atua sobre a pineal – e é aí que se encontra a zona de máxima virulência da energia Melchizedeque. Isto é a síntese de yoga, de fisiologia, de ocultismo, de psicologia. Contato extraterrestre. Neste momento não se fala mais de cada uma destas coisas. Quanto mais densificados estiverem os meus veículos mais o meu plexo solar funciona como uma ficha de ligação à matriz de controle.

Estes grandes seres estão nos educando na passagem de um condicionamento para um novo tipo de condicionamento – matriz Melchizedeque, onde simplesmente, o ser é condicionado pela óptica transcendente do Supremo. Nós somos entidades múltiplas alinhadas segundo um telescópio interno e cada lente reflete uma imagem. Tu está na Terra e no Céu simultaneamente e o Adão primordial retém a perfeita matriz do teu ser, inextinguível, insondável, inefável e isto lá em cima é transportado para dentro da biologia terrestre através das lentes que são as identidades do teu ser.

A matriz Melchizedeque aproxima as lentes, aproxima as múltiplas imagens e identidades da consciência da superfície e da biomassa, do sangue,  dos neurônios e dos sentimentos. A matriz Melchizedeque é constituídas pelas várias lentes da identidade alinhadas e aproximadas umas das outras, de forma que os eus que se desdobram do eterno para dentro da criação são reendereçados de novo para a fusão possível das imagens porque nós somos imagens, e o outro está lá mantendo o feixe de força/vida alinhada com os eixos das lentes que são as identidades projetando-se aqui em baixo.

Não será tanto com mantras ou envio de luz à distância, que nós vamos fazer a coisa, a situação tem uma voltagem e uma arquitetura que está noutro nível. À medida que tu és integrado à rede Melchizedeque as imagens, as identidades, vão-se compactando e dá-se uma tendência para a Transfiguração – isso corresponde à 3ª iniciação.

A Transfiguração acontece quando a imagem retida nos sentimentos de Deus se plasma à superfície da consciência. Para isso os corpos têm de estar num ponto de aquiescência muito específico de forma a poder receber a verdadeira imagem do teu Ser, uma imagem que pode, inclusivamente, assustar-te: a Luz nem sempre é confortável.

A imagem Melchizedeque para o teu ser é de uma beleza fulminante. Esta imagem, no sentido esotérico, não é como no sentido gráfico ou estético. A imagem no sentido esotérico é um vórtex de alinhamento das órbitas dos eletrons instantâneo, é a plasmagem da vontade do Pai diretamente nos corpos. Estamos a falar de vórtices de consciência superior que se projetam para dentro da tua consciência e realinham todas as partículas do teu ser porque essas imagens vêm de regiões não cármicas do Universo. Níveis de profundidade cósmicos que não têm a ver com carma nem com darma.

Eles estão pedindo plasticidade, cristalinidade dessa imagem e se pudesses ter acesso a ela de uma forma imediata, te assustarias. A vossa divindade residente oculta além das lentes, assusta porque ela contém um reformulador da mente, do inconsciente e da emoção que não é deste mundo. Santa Teresa d’Ávila chamava a isto “temor”. Quando Cristo aparecia na cela dela, ela corria para debaixo da cama e aquilo já era a preparação para entrar em contato com a imagem e semelhança.

Eu sei o que são as minhas emoções quando à projeção da força do Pai sobre o nosso corpo astral quando não está a acontecer, então eu tenho a paleta das emoções humanas conhecidas que vão desde o negro ao azul porque no violeta já tens que ter o toque do Pai.

Quando se fala de translado entre a matriz de controle sugando a tua força vital a partir do plexo solar e a nova matriz – esse campo Melchizedeque de revelação da verdadeira imagem – tudo o que tu sabes acerca de ti próprio é relativamente inútil.

É preciso que este antigo ser humano compreenda que uma boa parte da sua bagagem não vai sobreviver ao translado.

A matriz de controle tem que te manter constantemente com a sensação de que tu não és um ser completo porque se tu começas a desconfiar que existe um vórtex que começa a alinhar e a estruturar o teu ser até à divinização, a matriz de controle começa rapidamente a perder poder sobre ti.

O choque entre as duas matrizes é que a matriz de controle está tentando aprisionar a identidade das pessoas à superfície da consciência. No plano em que as coisas são reais, elas são reais porque esse plano vai ser desligado. O nosso sexo: eu sou do sexo masculino, será que sou mesmo? O que é isso ser do sexo masculino? Claro que há uma psicologia do masculino e uma psicologia do feminino e há uma tendência a que as forças que estão contidas na psique especificamente masculina venham mais à superfície.

Se eu tenho um veículo masculino e há uma tendência para que as qualidades e as forças que estão no meu conteúdo psicológico feminino venham à superfície quando estou num veículo feminino e o que é que isto significa realmente?

Significa que em certas circunstâncias, certas qualidades e vibrações exprimem-se de uma forma receptiva, qualitativa, fecundadora, ou exprimem-se de uma forma incisiva, penetrante, ativa, determinante, mas a tua alma, nos seus níveis profundos, está cansada dessa coisa de corpos femininos e masculinos porque as nossas almas vêem a diferenciação sexual como carma cósmico.

O que a matriz de controlo procura é fixar as pessoas nestas identidades hiper periféricas em que eu fico português, masculino, erudito, ignorante, isto é tudo verdadeiro na casca e é melhor não a ignorarmos senão alienamo-nos, mas eu preciso ter em mim LUZ num grau que me permita tornar a casca transparente/cristalino para que eu possa reconhecer o meu irmão como uma alma.

A matriz de controle actuando através do plexo solar procura fortalecer todas as identidades periféricas: a identidade sexual, a nacionalidade, a minha formação académica (que pode ser uma prisão gigantesca) as heranças peagetianas da educação infantil, isto é o que a matriz de controle faz. Obviamente que há um nível saudável nisto, o nível que eu preciso estar consciente da minha identidade periférica.

Consciente significa eu poder ir à minha identidade periférica mas não ficar prisioneiro dela. Tu sabes que estás sob a matriz de controle, que é mantida ativa por magos negros à escala planetária, porque tu vens até uma identidade periférica e ficas prisioneiro dela. Qual é o problema de ser português, ou de ser formado em filologia ou de não ser formado, ou de vender castanhas? Não há problema desde que eu não me identifique muito com isso. Essas coisas não são nada!

Eu posso atravessar esses anéis de identidade como quem passeia num jardim. Tu estás te preparando para receber a verdadeira imagem e semelhança quando entras e sais do jardim de uma forma fluída. Tu fluis com as coisas sem as reteres. Isto é budismo elementar, não ficar retido pelos anéis exteriores do mandala.

Nós temos 8 anos para viver o processo de translado da planta do vaso da matriz de controle do qual vocês comem pastéis de nata sem sequer saberem porquê. Existe um refrigerante com uma campanha de markting à escala internacional, que contém um determinado ‘código’ (chip?) E que ao fim de X litros desse refrigerante, fica depositado um químico no teu sangue que permite tu seres detectado de helicóptero. Isto é a matriz de controle, está em toda a parte: nas Identidades, nos cartões de crédito, no automatismo de acender a televisão sem te dares conta disso. Observa a coeficiente de automatismos que condiciona o teu quotidiano e tens em todo o seu esplendor, o grau em que essa matriz está actuando sobre ti. Nós estamos aprendendo a transitar dum campo coletivo de consciência para um outro campo coletivo de consciência.

A rede Melchizedeque é uma frequência na qual a chave oculta do físico é transmitida à pineal, a chave oculta do emocional é transmitida à essência do emocional e a chave oculta do mental é transmitida à essência do mental e os veículos, uma vez alinhados entre si, tornam-se transparentes e portanto, a verdadeira Imagem e Semelhança (A Imagem Divina) pode atravessar.

Transitar entre duas matrizes de consciência implica que vamos estar a fazer parte dessa humanidade ponte, que pode entrar na matriz Melchizedeque é movimentar-se livremente. Como a matriz de controle está sendo drenada de poder, vocês vão ter cada vez mais seres à vossa volta que não têm onde apoiar os seus antigos comportamentos.

À moeda, o desvio que o dinheiro produz no alinhamento da consciência, faz parte da matriz de controle. Quando Eles começarem a desligar os alicerces do Banco Mundial, a moeda vai revelar toda a sua realidade virtual (mais uma imagem a esfumar-se à tua frente). Se a minha leitura da realidade, o meu equilíbrio, passa por aquilo, eu deixo de ter suporte. Então o que vamos assistir é a milhares e milhares de pessoas em busca da matriz estável.

Quando se fala numa humanidade ponte, são estes seres que têm a capacidade de ajudar os seus irmãos – tal como num salva vidas – a transitar, num mínimo de tempo possível, do controle para a libertação.

Isto tem um umbral e um morador no umbral, ou seja, assim como vocês vão estar recebendo a verdadeira imagem e semelhança por dentro, ao mesmo tempo a velha matriz vai ativar, fortemente, os seus últimos recursos. Chama-se a isso o “guardião do umbral coletivo”, ele é o canto do cisne de todas as forças que mantêm a atual civilização. É uma tentativa de manter a consciência validando as ideias de: “a união com o divino não é suficiente para a minha sobrevivência”; “o serviço não cura o meu ser”. A matriz Melchizedeque diz: “se tu deres 10 em nome do divino recebes 100” Isto é uma lei espiritual muito antiga. A matriz de controle diz: “se deres 10 perdes 10”. Vocês vão ter exageros que vão testar a fé até ao último momento.

O último ponto de desligamento dessa matriz é a fé, uma fé direta no fato de que, ou a realidade é sustentada pelo espírito ou a realidade depende da consciência aprisionada na matéria. É neste ponto que se dá a transição final.

Neste momento estão a atravessar o nosso córtex todas as frequências de rádio, da polícia, das comunicações, da televisão, da rádio pública, além da grande mancha emissora que é a grande cidade como um todo. Estamos a ser atravessados por quantidades gigantescas de informação. Isto tudo junto cria um campo que favorece uma estabilização mental e neurológica.

Como estamos a entrar numa etapa de purificação, precisamos perceber o que é isto de desligar o físico, o emocional e o mental de uma cultura, como é que nos tornamos seres transculturais sem nenhum perigo, porque a cultura é um veículo estável, se eu saio pelas portas de trás, vou parar a estágios pré culturais, assim, eu preciso sair da minha cultura pela porta da frente. Só os que saem da cultura é que produzem cultura não os que estão dentro da cultura. Toda a cultura é feita por pioneiros.

Percival Lowell descobriu Plutão porque passava as noites agarrado a um telescópio: ele estava para além do comportamento normal.

Nós estamos sendo chamados para um ato desconhecido. Se nós ainda temos algo a resolver no nosso passado, vai, e perdoa, porque nós estamos a entrar numa curva de crescimento planetário que não dá para ter suspensórios cármicos com ninguém. Vai lá, perdoa, sê humilde, se foste vítima percebe que só uma vítima é que produz uma vítima. Têm que decidir com que enquadramento é que querem lidar com as energias. Se decidirem que querem lidar com um enquadramento mais abrangente, significa que tem direito a leis mais abrangentes, nós é que definimos. Este planeta está desconectado dos seus nutridores galácticos há milênios, como é que queres que a tua mãe não te tenha dado cabo da cabeça quando eras criança? Isto é um enquadramento abrangente. Não há realidade para exigir harmonia. O planeta é um náufrago, uma jangada de pedra à deriva.

Quando eu assumo o meu serviço o divino, assumo o meu equilíbrio – recebo por acréscimo. Enquanto eu quero ser correspondido o mais provável é eu ser um burro atrás de uma cenoura pendurada à frente do meu nariz. Quando eu assumo que vim para transformar a Terra, o Universo começa a ter que resolver o meu problema. Eu preciso fazer o meu papel aqui, para que o Universo faça o papel dele lá.

Os que estão a viver o translado vão ter a sua vida virada do avesso e, ao contrário dos que estão a dormir, vão mesmo querer a sua vida virada do avesso. É necessário encontrar dentro de nós coragem cósmica, é outro tipo de coragem, de paixão, e tu só a vais encontrar quando fizeres um ato totalmente positivo, totalmente fora do normal.

Abre as tuas asas e revela-te a ti próprio, 90% do nosso tempo é usado em atos normais que estimulam zonas do ser normais, que contribuem para a matriz de controle. Então, sair da matriz de controle é começar a fazer atos, a ter pensamentos, extra-ordinários, para além do normal, senão todos vamos ser engolidos no próximo nível da matriz de controle.

Há aí uma geração que tem agora 18 anos, que já está toda ela nesse 2º nível da matriz de controle, em que o controle já é mesmo bioquímico, psicotronico, através de certos tipos de expressão musical, das drogas, e de um certo tipo de fricção em que eles entram mesmo no nível psicossomático.

Há um ponto no teu ser em que o Universo inteiro presta reverência, é o ponto em que o homem se torna um construtor do infinito, aquele que assenta os tijolos de fogo, aquele que constrói o templo. Onde está a força, a lucidez, a superação dos seus limites? Onde está aquele sonho que já não tens mais coragem de enfrentar porque era demasiado belo e a realidade externa se encarregou de garantir que era impossível de ser manifesto?

A potência construtiva, esta paixão de mais além, vem quando eu não aceito as regras do jogo tridimensional, do jogo do medo e do comodismo, quando eu misturo a criança, o sábio, o revolucionário, o científico e o santo, tudo dentro de mim. O que tu precisas é de voltar a sonhar com um planeta purificado.

A nova Terra é um fato na 4ª dimensão mas aqui ela alimenta-se do teu Sonho, de Invocar, de Amar esse novo planeta. Ele vai descer, mas tu vais ter de ser retirado do caminho. Responsabiliza-te pelo teu sonho, leva-o mais fundo, mais longe, não ouças as vozes, são vozes do passado que nada sabem do futuro.

Renova o teu idealismo. Um ideal é uma inspiração que fecunda o nosso corpo causal e purifica a mente. Não é possível purificar a mente sem o ideal, porque senão existe uma versão do que deve ser o nosso planeta expressa de uma forma inequívoca dentro de ti, ela não se purifica porque ela não tem voltagem para impedir a entrada dos agentes dissolutivos que vêm de fora, não nesta etapa dos acontecimentos.

É necessário que eu diga coisas inaceitáveis que vêm do fundo, nem nós sabemos os limites da alma humana. Quando dizes uma coisa inaceitável a um irmão, ele fica entre dois pólos: ou sobe para o plano da alma e une-se ao que estás a dizer ou é estatelado na evidência da morte do seu próprio sonho.

Chegou a altura destes seres assumirem mais estatura e fazerem-se ao mar. Dar e não olhar para trás. Neste momento há grupos humanos que não comem nada, respiram bem, sabem lidar com o sol doutra maneira, não se aproximam de certas egrégoras, despertaram os mecanismos de fotossíntese no corpo, expandiram a pineal, contraíram o estômago, claro que há uma fisiologia oculta, claro que o nosso ponto não é este. O nosso ponto é o divino, se ele achar que é para deixar de comer, deixa-se de comer, desde que ele trate do assunto. Esses irmãos estão a provar para o mundo inteiro que até a alimentação é um mito.

Quando dizemos que Eles estão desligando a matriz de controle, já está no ponto em que há seres que desenvolveram mecanismos ocultos em que não precisam de comer.

Chegamos ao momento em que os mitos da mortalidade, o mito da carência, da dependência, o encarceramento dimensional em que a nossa humanidade tem estado, o tempo disto terminou.

Quando se diz: “faz-te ao mar”, é porque é preciso coragem cósmica para sair da prisão. Tu és muito mais livre do que possas imaginar. 80% do que tu comes não é importante, 80% da informação é redundante. A nossa energia é consumida em automatismos. O medo corrói o nosso potencial diário.

À medida que as pessoas começam a ser levadas para a nova matriz, há vários canais que vão ser ativados em nós: um deles são os sonhos.

À medida que vais entrando em contacto com o canal planetário da nova Terra, o canal dos sonhos vai ser profundamente estimulado. Vocês vão ter sonhos que estão diretamente associados ao que vai ficando para trás e o crescimento da consciência para fora do medo e para dentro do amor.

Essa instrução que a mônada faz através da alma usando os sonhos e uma certa oniromância que vai começar a reemergir cada vez mais, a capacidade de perceber o que um sonho nos quer dizer. Quando a dramatização de um sonho tenta descer ao córtex tem de enfrentar um campo eletromagnético específico que é a atividade eletromagnética do cérebro. Na antiga matriz de controle a tendência é para a pessoa não se lembrarem dos sonhos e também porque, do ponto de vista da constituição oculta do homem, há uma grande diferença entre a consciência de vigília e a consciência lúcida acima do cérebro. Há de fato um cinturão eletromagnético que é difícil para o material onírico atravessar.

À medida que começas a sair da matriz de controle e a entrar na matriz crística – isto não é nada de físico que possas fazer, tu simplesmente começas a perceber que estás a entrar em leis diferentes e a ter metabolismos diferentes – e que a tua consciência se altera rapidamente, um dos sintomas é: não querer ser correspondido, é não querer fazer militância espiritual e ser aceito, é não querer convencer toda a gente de que isto é real, é não querer fazer a cabeça dos outros. A outra frequência é que tu estás nessa Paz, nessa coesão vibratória e as coisas desdobram-se à tua frente.

Os sonhos começam a multiplicar-se porque eles fazem parte, não só da instrução do consciente, mas, principalmente, da instrução do inconsciente, que é onde o medo está enraizado.

Então, nós tínhamos sonhos psicanalizáveis que vinham do subconsciente, emergindo ao consciente, de regiões inferiores do ser e vamos começar a ter sonhos psicosintéticos que vêm do eu superior, não para a instrução do consciente mas para a instrução do inconsciente, são sonhos descendentes cuja origem é nas regiões superiores do próprio ser.

(agradecimentos a Alice Assunção pelo seu amoroso trabalho de transcrição e adaptação.)

LINHAS AXIATONAIS DO CORPO HUMANO

LINHAS AXIATONAIS

DO CORPO HUMANO

Por detrás dos ombros libertam-se duas linhas que fazem contato com um sistema de distribuição de energia que está no nosso corpo. São canais diferentes dos meridianos da Medicina Tradicional Chinesa, independentes dos canais Ida e Pingala, e independentes também dos meridianos secundários da Medicina Tradicional Chinesa.

Estes canais dentro do corpo são muito simples. Eles têm uma diferenciação sobre as omoplatas, emergindo como dois canais principais (um de cada lado), e um terceiro canal central. Estes canais são a nossa conexão com a rede de distribuição e circulação da Energia dos Criadores no nosso corpo. Esses canais são canais de ligação à Árvore da Vida.

Enquanto os outros canais mencionados têm a ver com a situação de circulação de Prana dentro do corpo e dos seus respectivos bloqueios, estas linhas são as Linhas Axiatonais, ainda desconhecidas para a maioria das pessoas. São as linhas Ka referidas nos ensinamentos Pleiadianos e nas Chaves de Enoch. Elas permitem a circulação de Energia Estelar.

Estas linhas prolongam-se do topo do crâneo e das omoplatas até ARCTURUS, e daí são vinculadas à Grande Corrente que são os Raios, a Árvore da Vida.

Chamam-se axiais por serem verticais, e tonais por transportarem Som e Cor.

A sintonia axial é algo que todos nós sabemos instintivamente o que é , e nos coloca ligados e conscientes à nossa família cósmica, aos mentores da Ascenção e aos Conselhos Superiores que nos estimulam e protegem, na proporção em que a Energia nos liberta. Elas formam os canais com o qual o PILAR DE LUZ é criado, ativado, fortalecido, ligado.

São linhas electromagnéticas indestrutíveis, muito pouco consciencializadas, porque 80% DA NOSSA VIDA DIÁRIA NÃO TEM ESSE MAGNETISMO VERTICAL, e é muito difícil lidar com esse material e mantermo-nos conscientes a maior parte do tempo. Por vezes ignoramo-as mesmo para poder exercer tarefas e ações «aqui em baixo» que de outra maneira não seria possível, ou até admissível, executar.

Essas Linhas têm a ver com o Sacerdócio Homem/Mulher e a consciência dessa ligação à Árvore da Vida. O manejo dessas Linhas em Amor e Consciência, conduz à integração do Ser na Ordem de Melkisedek. A persistência desses momentos sacerdotais, geram um sacerdote/sacerdotisa da linhagem Melkisedek. A capacidade de fazer a transposição duma Energia pura vinda de Órion, através de Arcturus até chegar a nós, essa ponte é o sacerdócio Melkisedek.

As religiões são um artefato artificial para restabelecer esse contacto. A Linhagem Sacerdotal é natural em todos os seres humanos. Há muitos seres com capacidade, clareza e força para sentir essas Linhas.

Quando se faz um trabalho de alinhamento, há um momento em que o corpo fica contido num campo vibratório estático. Aí o Ser já começa a vibrar um determinado «coeficiente» do Sacerdócio Melquisedek. Dum modo geral, com o tempo, (entre 3 e 7 anos), as pessoas podem experimentar essa estaticidade do corpo, enquanto plenamente presentes nesta dimensão.
Isso merece o nome de SACERDÓCIO, se nós pudermos encontrar essa estabilidade e ficarmos ao mesmo tempo de olhos bem abertos, olhando as coisas (à nossa volta). Dum modo geral, se tu estás a vibrar essas Linhas, tu não estás socialmente acessível.

Noutros tempos, quando isso acontecia, gerava a necessidade de criação dos mosteiros, ou seja, de recolhimento. A posição monástica que alguns seres ocupam [ou ocuparam no passado] – agudamente conscientes dos seus Campos Energéticos Superiores – é um pedido superiormente autorizado para que numa dada encarnação seja possível ao Ser, manter a mais alta vibração o tempo todo.

As nossas vidas familiares e sociais dificilmente acomodam a capacidade de manter a Sintonia Axial o tempo todo. As Linhas Axiatonais são linhas de passagem de Energia, portanto de fluxos. Um Ser que esteja consciente, amando e fortalecendo isso em si, dificilmente se adapta à sociedade em que se encontra. É um sacrifício Cósmico em nome da Psicologia.

Agora isto inverteu-se. Estas Linhas trazem e levam Energia o tempo todo, e são elas que estabilizam o campo vibracional todo, estabelecendo uma Paz Sólida. E essa Paz é aquilo que o Planeta vai necessitar nos próximos anos. Por isso, a sociedade vai ter que responder à pergunta “como é que eu vou encaixar isto na vida comum?”

Agora, tu és livre. Está tudo em mudança e transformação, portanto há um espaço criativo para a pessoa aprender a andar na Presença do seu SER MAIOR. É um tempo de colheita, assim a pessoa possa dar o seu fruto.

A sua cor é o azul cobalto eléctrico escuro. Nós deslocamo-nos num tubo, cujos limites são essas Linhas. Quanto mais praticarmos, mais sólida é essa experiência. É necessário fazer este trabalho, dentro do Pilar de Luz.

Nós temos de nos habituar a que a Energia venha a nós, não o contrário [invocar ou buscar essa energia]. Isto é muito importante. Um Nome é uma CHAVE VIBRACIONAL que deve ser preservada, não exibida ou vulgarizada. Quanto mais cuidado tivermos com o Nome, maior poder ele tem de ativar as Linhas Axiatonais.

Autor: Andre Louro  de Almeida

O artigo acima pode ser lido na íntegra, no link : http://pt.scribd.com/doc/28740135/A-cura-de-Orion  e faz parte de uma palestra de Andre Louro de Almeida  amavelmente transcrito por Placídia Espinha.

Outro artigo de Andre pode ser encontrado aqui: http://pt.scribd.com/doc/38171080/Andre-Louro-Almeida

REDE AXIATONAL DA TERRA

Rede Axiatonal da Terra

REDE AXIATONAL DA TERRA

Rede Axiatonal da Terra
Rede Axiatonal da Terra - A rede é um “fractal holográfico”

Para se falar da rede axiatonal da Terra é necessário explicar primeiro o que é uma rede axiatonal.

Em palavras simples para começar, é uma estrutura geométrica de linhas angulares dividida de maneira indefinida que se reduz em partes, que se apresentam como cópias reduzidas de todo um conjunto; ou seja, é uma matriz de linhas de energia angular estendida por cima do planeta… mas a “rede” é muito mais do que isso.

A rede é um “fractal holográfico”.

Para quem desconhece o significado, aqui fica:

Fractal: é uma rede de linhas de energia, dispostas de modo que formam ângulos;

Holográfico: é uma imagem de 3 dimensões, obtida mediante o uso do laser… os conhecidos hologramas.

As redes fractais holográficas abarcam TUDO O QUE EXISTE, toda a criação, incluindo todo o universo físico e todos os níveis dimensionais. Fornecem os modelos para a criação e são a sua manutenção.

As redes são animadas, são um projecto da própria Consciência Suprema, manifestada de forma harmoniosa.

O conceito das redes é fácil de entender para quem estudou a Geometria Sagrada.

Em Geometria Sagrada as redes são expressões de energia e de consciência, que seguem proporções definidas pelos princípios desta Geometria, que abrange todo o Universo Multidimensional.

A Geometria Sagrada é o estudo das ligações entre as proporções e formas contidas no microcosmo e no macrocosmo, com o propósito de compreender a Unidade que premeia toda a Vida. (in Manual de Geometria Sagrada).

Através dela ficamos a saber que toda a vida emerge de um mesmo padrão; que a vida floresce de uma mesma fonte: -“a força criativa inteligente, de amor incondicional”— a que chamamos de ESPIRITO, MENTE SUPREMA, DEUS, etc.

A rede é, por isso, uma expressão da Geometria relacionada com a evolução da CONSCIENCIA, incluindo a mente, corpo e espírito, em termos geométricos.

Tendo em consideração estas explicações, é fácil entender que a rede fractal holografica não é uma coisa apenas “estática” e de “formas angulares.

Ela é uma “entidade orgânica e viva”, em constante evolução transcendental, numa materialização ascendente e descendente, passando de uma forma a outra.

Desta forma podemos compreender o seguinte:

  1. Que a rede do planeta é uma expressão “real” geométrica e energética dos princípios da “criação” e que serve de “ponte” entre as manifestações físicas e as espirituais.
  2. Que a rede do planeta foi criada antes do Big-Bang, no momento em que o vazio se estava preparando para o nascimento do Universo físico; tal como está descrito nas estâncias do Livro de Dzian.
  3. Que qualquer projecto de criação divina é antecipado pela criação de uma rede e que ela é o guia ou projecto dentro do qual são lançados os protões, electrões, átomos e as energias ou compostos necessários para a criação e organização do projecto conscencial.
  4. E que neste contexto, a rede assegura a distribuição adequada e o alinhamento dos componentes necessários, que são, como se diz, os blocos de construção para a criação.

Assim aconteceu na Terra e com o TODO que foi, está sendo, e será CRIADO.

Para além deste extraordinario TODO referido, a “rede fractal holográfica” fica ordenada numa conexão “eterna”, distribuindo adequadamente o alinhamento, a força vital, e as energias adequadas para o equilíbrio das correntes de frequência necessárias para tornar eficaz o “espectro energético de frequências” do nosso planeta.

Nota: este “espectro” deve ser entendido como um feixe de radiação electromagnética, ordenado de acordo com as “frequências” do seu comprimento de onda.

Para concluir, concebe-se que para criação e formação de qualquer elemento é necessário a existência de uma rede factral holografica que irá servir de modelo e de receptáculo para o acamamento das “matérias primas”, já referidas, que emanam do ESPIRITO para o Etérico— do liquido para o gasoso e deste para os materiais densos.

Isto demonstra que o trabalho da CONSCIENCIA SUPREMA move-se através das gradações de diferentes densidades, afectando nível por nível desde o mais subtil ao mais denso.

Um exemplo interessante a saber é ser necessária uma rede para cada um dos 108 elementos da Tabela Periódica porque sem a existência dessa rede a “configuração atómica” de qualquer criação perderia a capacidade de se manter “auto-organizada”, ou seja, acabaria por desmoronar-se.

Entende-se que desta forma, a existência de uma rede, seja necessária, para cada uma das espécies de criação, desde bactérias, fungos, insectos, plantas, animais, etc. á rede mais complexa, jamais criada, que é a rede envolvente do  corpo físico do homem.

Autoria: Investigação da matéria/Composição e comentários por Maria Helena Guerra

%d blogueiros gostam disto: