A MATRIZ DE CONTROLE E A MATRIZ MELCHIZEDEQUE

A MATRIZ DE CONTROLE E

A MATRIZ MELCHIZEDEQUE




Conferência por André Louro de Almeida

A força da Confederação Intergaláctica neste planeta é colocada essencialmente no translado da nossa consciência, dos nossos veículos, dos nossos hábitos, da nossa vida sutil, dos seres que contêm amplitude e grau luz para fazer esse translado do campo da matriz de controle para a matriz Melchizedeque.

É um trânsito entre duas matrizes, dois campos de sustentação da consciência*

(* A consciência é um ponto de intercecção entre pólos.)

A humanidade tem sido usada, diminuída e limitada por um campo que favorece um determinado tipo de consciência. À medida que o servidor aprende a estar estável no seu campo de serviço, os Irmãos podem ampliar a percentagem de luz que o teu ser irradia. Serviço é operar na descida da energia luminosa (ancorar essa energia em cada um de nós)  que o planeta está profundamente carente.

À medida que o verdadeiro ser retoma o controle da periferia da consciência e o bombardeamento de luz começa a desprender-se, verdadeiramente de ti para o meio ambiente, a consciência começa a ser libertada das cargas que nos mantêm num determinado tipo de relação sujeito/objeto que torna o mundo mais ‘sujeito’ ainda e nós próprios mais ‘objetos’.

A matriz de controle é uma frequência que usa a hipófise e as glândulas para nos manter numa certa leitura da realidade.

O que os Grandes Seres estão a fazer em cooperação com anjos de amplitude continental, é desligar, dissolver mitos electromagnéticos, formas pensamento que mantinham a nossa consciência aprisionada.

A matriz de controle, que tem pontos de apoio em Itália, México, Estados Unidos, Indochina, utiliza o plexo solar para injetar micro derrapagens na consciência de luz. Elas não podem ser demasiado fortes porque, então, perceberias que estavas a ser controlado, nem podem ser suficientemente subliminares porque podem não produzir efeito. Então, existe e é necessário um certo grau para manter o homem na sonolência. É um ponto extremamente útil quando é necessário manter uma camada de sono a envolver o Logos Planetário.

O controle é feito a partir do plexo solar. O medo, o poder e o desejo são as três grandes superstições básicas que constroem o mito acerca do que eu tenho que fazer a cada dia. Os Irmãos estão a desligar gradualmente (não pode ser demasiado rápido porque seria fatal e não pode ser tão lento quanto tem sido até à data), essa forma-pensamento que controlava a humanidade. Se os agentes que favoreciam essa matriz de controle estão a entrar, também, em entropia, nós vamos começar a sentir um profundo esvaziamento e perda de referenciação. Isto deve-se a que, à medida que Eles desligam a matriz de controle – e enquanto a firmeza da consciência na rede Melchizedeque não acontece – tu ficas momentaneamente sem percepção da realidade, isto é, a realidade revela-se como um holograma cujo valor é inteiramente dependente de ti. As coisas deixam de ter um valor absoluto exterior; tu passa a ser o atribuidor de luz em relação às coisas. A realidade à nossa volta é uma construção holográfica.

Toda a leitura que fazemos da realidade acontece porque, neurologicamente, estamos estabilizados num nível. Vocês estão a ver a minha imagem transportada para dentro das vossas telas neurológicas, não estão a me ver …

Se eu domino a matriz planetária que estabiliza o sistema nervoso de todos os seres nesse consenso, eu posso injetar qualquer informação para dentro da matriz e posso pôr povos inteiros em guerra. Esta questão de que nós vivemos sob hipnose é tão importante quanto isto, depende do controle que é feito sobre esse campo coletivo dentro do qual a humanidade toda se reconhece, vive e alimenta porque é um processo de dar e receber. A matriz é alimentada pela tua consciência e depois a matriz alimenta a tua consciência. É um processo de amor/ódio entre o prisioneiro e o carcereiro. Eles têm até 2008 para desativar completamente a matriz de controle, isto significa que as pessoas vão começar a ter acesso à realidade sem que esse acesso passe pelo veículo coletivo planetário que foi programado pelas hierarquias caídas ligadas à certas rebeliões cósmicas.

Tu vais olhar para um pinheiro e a última coisa que vem à tua consciência é a palavra pinheiro. A palavra pinheiro existe numa região do córtex onde é feita a associação entre objeto e vocabulário. À medida que começas a ser liberto da matriz de controle, toda a atribuição de vocabulário fica liberta igualmente. Tu continuas a ter o poder de atribuir vocabulário, a ter o poder semântico de atribuir valores e significados abstratos às coisas à tua volta mas, simplesmente já não é mais importante. O que é mais importante na rede Melchizedeque é se tu te estás sentindo, fundindo, experimentando, realizando no teu nível interno, a consciência do pinheiro, ou seja; Eles vão começar a desativar toda a rede mental onde nós vivemos a maior parte do tempo.

Quando os suportes mentais começam a ser limpos – como prisão, não como campo de exploração – este ser tem dois caminhos: ou ele sobe e se estabiliza no plano intuitivo ou ele é traccionado para o plano das emoções à solta. O ponto mental intermédio no qual nos mantemos defendidos das forças universais positivas ou negativas está a ser removido. Não existe mais nenhuma segurança no plano mental. No princípio dos anos 90 deu-se a morte das ideologias. Da mesma forma que Eles desativam certos tipos de espécies vegetais e animais, e desativaram os campos morfogenéticos que mantinham as ideologias vivas, ficou aquilo em que, em termos espíritas, podemos chamar o cascão das ideologias, e o que se encontra hoje, nos partidos políticos, são, à superfície, cascões ideológicos, e à medida que se aproximam do núcleo, as mesmas lutas de poder.

A consciência plana em campos coletivos. Existem certos tipos de radiação electromagnética que anulam a memória das últimas 3 horas. A tua consciência depende, a este ponto, de sustentáculos invisíveis.

Os Irmãos estão começando a retirar películas da matriz de controle sucessivamente, invólucros que mantinham grandes linhas de pensamento, grandes traves mestras do funcionamento da civilização. Este servidor está a começar a compreender que faz parte do contingente da humanidade a que se poderia chamar humanidade ponte que é um setor da humanidade que contém flexibilidade na consciência para assistir à desativação de um campo de comportamento coletivo e simultaneamente ancorar em si um novo campo vibratório.

Nós não estamos a falar de uma ideia. Quando se insiste em Saint Germain como o senhor da liberdade, da nova era, isto é uma ideia, um processo de contemplar a tarefa de uma grande hierarquia. Mas o que estamos a tratar hoje não é a ideia, é o fato oculto, a lei por detrás da ideia. A ideia é de que, em qualquer momento, vão acontecer descontinuidades na realidade, isto é, no Km 14 estás na 3ª dimensão mas no Km 15 estás na 4ª dimensão, descontinuidades dimensionais como acontece nos Açores ou no Triângulo das Bermudas.

Essa descontinuidade acontece naquela zona porque Eles desativam a matriz de controle e tornam disponível o campo de sustentação Melchizedeque.

Este servidor tem como próxima experiência, nos próximos anos, a percepção de alternância entre a matriz de controle e o campo de frequência Melchizedeque e tu vais notar, claramente, a hibridação da tua consciência. Tu vais ficar entre a matriz de controle e o campo Melchizedeque.

A diferença é que este híbrido já tem instrumentos de observação sobre o que lhe está a acontecer. Tu vais poder observar um período de indefinição em que já não és o burguês automático, alienado, e o estado de nobreza que reconhece a descida da força e este estado de nobreza contém poder de repulsão.

A matriz de controle atua sobre o plexo solar, a rede Melchizedeque atua sobre a pineal – e é aí que se encontra a zona de máxima virulência da energia Melchizedeque. Isto é a síntese de yoga, de fisiologia, de ocultismo, de psicologia. Contato extraterrestre. Neste momento não se fala mais de cada uma destas coisas. Quanto mais densificados estiverem os meus veículos mais o meu plexo solar funciona como uma ficha de ligação à matriz de controle.

Estes grandes seres estão nos educando na passagem de um condicionamento para um novo tipo de condicionamento – matriz Melchizedeque, onde simplesmente, o ser é condicionado pela óptica transcendente do Supremo. Nós somos entidades múltiplas alinhadas segundo um telescópio interno e cada lente reflete uma imagem. Tu está na Terra e no Céu simultaneamente e o Adão primordial retém a perfeita matriz do teu ser, inextinguível, insondável, inefável e isto lá em cima é transportado para dentro da biologia terrestre através das lentes que são as identidades do teu ser.

A matriz Melchizedeque aproxima as lentes, aproxima as múltiplas imagens e identidades da consciência da superfície e da biomassa, do sangue,  dos neurônios e dos sentimentos. A matriz Melchizedeque é constituídas pelas várias lentes da identidade alinhadas e aproximadas umas das outras, de forma que os eus que se desdobram do eterno para dentro da criação são reendereçados de novo para a fusão possível das imagens porque nós somos imagens, e o outro está lá mantendo o feixe de força/vida alinhada com os eixos das lentes que são as identidades projetando-se aqui em baixo.

Não será tanto com mantras ou envio de luz à distância, que nós vamos fazer a coisa, a situação tem uma voltagem e uma arquitetura que está noutro nível. À medida que tu és integrado à rede Melchizedeque as imagens, as identidades, vão-se compactando e dá-se uma tendência para a Transfiguração – isso corresponde à 3ª iniciação.

A Transfiguração acontece quando a imagem retida nos sentimentos de Deus se plasma à superfície da consciência. Para isso os corpos têm de estar num ponto de aquiescência muito específico de forma a poder receber a verdadeira imagem do teu Ser, uma imagem que pode, inclusivamente, assustar-te: a Luz nem sempre é confortável.

A imagem Melchizedeque para o teu ser é de uma beleza fulminante. Esta imagem, no sentido esotérico, não é como no sentido gráfico ou estético. A imagem no sentido esotérico é um vórtex de alinhamento das órbitas dos eletrons instantâneo, é a plasmagem da vontade do Pai diretamente nos corpos. Estamos a falar de vórtices de consciência superior que se projetam para dentro da tua consciência e realinham todas as partículas do teu ser porque essas imagens vêm de regiões não cármicas do Universo. Níveis de profundidade cósmicos que não têm a ver com carma nem com darma.

Eles estão pedindo plasticidade, cristalinidade dessa imagem e se pudesses ter acesso a ela de uma forma imediata, te assustarias. A vossa divindade residente oculta além das lentes, assusta porque ela contém um reformulador da mente, do inconsciente e da emoção que não é deste mundo. Santa Teresa d’Ávila chamava a isto “temor”. Quando Cristo aparecia na cela dela, ela corria para debaixo da cama e aquilo já era a preparação para entrar em contato com a imagem e semelhança.

Eu sei o que são as minhas emoções quando à projeção da força do Pai sobre o nosso corpo astral quando não está a acontecer, então eu tenho a paleta das emoções humanas conhecidas que vão desde o negro ao azul porque no violeta já tens que ter o toque do Pai.

Quando se fala de translado entre a matriz de controle sugando a tua força vital a partir do plexo solar e a nova matriz – esse campo Melchizedeque de revelação da verdadeira imagem – tudo o que tu sabes acerca de ti próprio é relativamente inútil.

É preciso que este antigo ser humano compreenda que uma boa parte da sua bagagem não vai sobreviver ao translado.

A matriz de controle tem que te manter constantemente com a sensação de que tu não és um ser completo porque se tu começas a desconfiar que existe um vórtex que começa a alinhar e a estruturar o teu ser até à divinização, a matriz de controle começa rapidamente a perder poder sobre ti.

O choque entre as duas matrizes é que a matriz de controle está tentando aprisionar a identidade das pessoas à superfície da consciência. No plano em que as coisas são reais, elas são reais porque esse plano vai ser desligado. O nosso sexo: eu sou do sexo masculino, será que sou mesmo? O que é isso ser do sexo masculino? Claro que há uma psicologia do masculino e uma psicologia do feminino e há uma tendência a que as forças que estão contidas na psique especificamente masculina venham mais à superfície.

Se eu tenho um veículo masculino e há uma tendência para que as qualidades e as forças que estão no meu conteúdo psicológico feminino venham à superfície quando estou num veículo feminino e o que é que isto significa realmente?

Significa que em certas circunstâncias, certas qualidades e vibrações exprimem-se de uma forma receptiva, qualitativa, fecundadora, ou exprimem-se de uma forma incisiva, penetrante, ativa, determinante, mas a tua alma, nos seus níveis profundos, está cansada dessa coisa de corpos femininos e masculinos porque as nossas almas vêem a diferenciação sexual como carma cósmico.

O que a matriz de controlo procura é fixar as pessoas nestas identidades hiper periféricas em que eu fico português, masculino, erudito, ignorante, isto é tudo verdadeiro na casca e é melhor não a ignorarmos senão alienamo-nos, mas eu preciso ter em mim LUZ num grau que me permita tornar a casca transparente/cristalino para que eu possa reconhecer o meu irmão como uma alma.

A matriz de controle actuando através do plexo solar procura fortalecer todas as identidades periféricas: a identidade sexual, a nacionalidade, a minha formação académica (que pode ser uma prisão gigantesca) as heranças peagetianas da educação infantil, isto é o que a matriz de controle faz. Obviamente que há um nível saudável nisto, o nível que eu preciso estar consciente da minha identidade periférica.

Consciente significa eu poder ir à minha identidade periférica mas não ficar prisioneiro dela. Tu sabes que estás sob a matriz de controle, que é mantida ativa por magos negros à escala planetária, porque tu vens até uma identidade periférica e ficas prisioneiro dela. Qual é o problema de ser português, ou de ser formado em filologia ou de não ser formado, ou de vender castanhas? Não há problema desde que eu não me identifique muito com isso. Essas coisas não são nada!

Eu posso atravessar esses anéis de identidade como quem passeia num jardim. Tu estás te preparando para receber a verdadeira imagem e semelhança quando entras e sais do jardim de uma forma fluída. Tu fluis com as coisas sem as reteres. Isto é budismo elementar, não ficar retido pelos anéis exteriores do mandala.

Nós temos 8 anos para viver o processo de translado da planta do vaso da matriz de controle do qual vocês comem pastéis de nata sem sequer saberem porquê. Existe um refrigerante com uma campanha de markting à escala internacional, que contém um determinado ‘código’ (chip?) E que ao fim de X litros desse refrigerante, fica depositado um químico no teu sangue que permite tu seres detectado de helicóptero. Isto é a matriz de controle, está em toda a parte: nas Identidades, nos cartões de crédito, no automatismo de acender a televisão sem te dares conta disso. Observa a coeficiente de automatismos que condiciona o teu quotidiano e tens em todo o seu esplendor, o grau em que essa matriz está actuando sobre ti. Nós estamos aprendendo a transitar dum campo coletivo de consciência para um outro campo coletivo de consciência.

A rede Melchizedeque é uma frequência na qual a chave oculta do físico é transmitida à pineal, a chave oculta do emocional é transmitida à essência do emocional e a chave oculta do mental é transmitida à essência do mental e os veículos, uma vez alinhados entre si, tornam-se transparentes e portanto, a verdadeira Imagem e Semelhança (A Imagem Divina) pode atravessar.

Transitar entre duas matrizes de consciência implica que vamos estar a fazer parte dessa humanidade ponte, que pode entrar na matriz Melchizedeque é movimentar-se livremente. Como a matriz de controle está sendo drenada de poder, vocês vão ter cada vez mais seres à vossa volta que não têm onde apoiar os seus antigos comportamentos.

À moeda, o desvio que o dinheiro produz no alinhamento da consciência, faz parte da matriz de controle. Quando Eles começarem a desligar os alicerces do Banco Mundial, a moeda vai revelar toda a sua realidade virtual (mais uma imagem a esfumar-se à tua frente). Se a minha leitura da realidade, o meu equilíbrio, passa por aquilo, eu deixo de ter suporte. Então o que vamos assistir é a milhares e milhares de pessoas em busca da matriz estável.

Quando se fala numa humanidade ponte, são estes seres que têm a capacidade de ajudar os seus irmãos – tal como num salva vidas – a transitar, num mínimo de tempo possível, do controle para a libertação.

Isto tem um umbral e um morador no umbral, ou seja, assim como vocês vão estar recebendo a verdadeira imagem e semelhança por dentro, ao mesmo tempo a velha matriz vai ativar, fortemente, os seus últimos recursos. Chama-se a isso o “guardião do umbral coletivo”, ele é o canto do cisne de todas as forças que mantêm a atual civilização. É uma tentativa de manter a consciência validando as ideias de: “a união com o divino não é suficiente para a minha sobrevivência”; “o serviço não cura o meu ser”. A matriz Melchizedeque diz: “se tu deres 10 em nome do divino recebes 100” Isto é uma lei espiritual muito antiga. A matriz de controle diz: “se deres 10 perdes 10”. Vocês vão ter exageros que vão testar a fé até ao último momento.

O último ponto de desligamento dessa matriz é a fé, uma fé direta no fato de que, ou a realidade é sustentada pelo espírito ou a realidade depende da consciência aprisionada na matéria. É neste ponto que se dá a transição final.

Neste momento estão a atravessar o nosso córtex todas as frequências de rádio, da polícia, das comunicações, da televisão, da rádio pública, além da grande mancha emissora que é a grande cidade como um todo. Estamos a ser atravessados por quantidades gigantescas de informação. Isto tudo junto cria um campo que favorece uma estabilização mental e neurológica.

Como estamos a entrar numa etapa de purificação, precisamos perceber o que é isto de desligar o físico, o emocional e o mental de uma cultura, como é que nos tornamos seres transculturais sem nenhum perigo, porque a cultura é um veículo estável, se eu saio pelas portas de trás, vou parar a estágios pré culturais, assim, eu preciso sair da minha cultura pela porta da frente. Só os que saem da cultura é que produzem cultura não os que estão dentro da cultura. Toda a cultura é feita por pioneiros.

Percival Lowell descobriu Plutão porque passava as noites agarrado a um telescópio: ele estava para além do comportamento normal.

Nós estamos sendo chamados para um ato desconhecido. Se nós ainda temos algo a resolver no nosso passado, vai, e perdoa, porque nós estamos a entrar numa curva de crescimento planetário que não dá para ter suspensórios cármicos com ninguém. Vai lá, perdoa, sê humilde, se foste vítima percebe que só uma vítima é que produz uma vítima. Têm que decidir com que enquadramento é que querem lidar com as energias. Se decidirem que querem lidar com um enquadramento mais abrangente, significa que tem direito a leis mais abrangentes, nós é que definimos. Este planeta está desconectado dos seus nutridores galácticos há milênios, como é que queres que a tua mãe não te tenha dado cabo da cabeça quando eras criança? Isto é um enquadramento abrangente. Não há realidade para exigir harmonia. O planeta é um náufrago, uma jangada de pedra à deriva.

Quando eu assumo o meu serviço o divino, assumo o meu equilíbrio – recebo por acréscimo. Enquanto eu quero ser correspondido o mais provável é eu ser um burro atrás de uma cenoura pendurada à frente do meu nariz. Quando eu assumo que vim para transformar a Terra, o Universo começa a ter que resolver o meu problema. Eu preciso fazer o meu papel aqui, para que o Universo faça o papel dele lá.

Os que estão a viver o translado vão ter a sua vida virada do avesso e, ao contrário dos que estão a dormir, vão mesmo querer a sua vida virada do avesso. É necessário encontrar dentro de nós coragem cósmica, é outro tipo de coragem, de paixão, e tu só a vais encontrar quando fizeres um ato totalmente positivo, totalmente fora do normal.

Abre as tuas asas e revela-te a ti próprio, 90% do nosso tempo é usado em atos normais que estimulam zonas do ser normais, que contribuem para a matriz de controle. Então, sair da matriz de controle é começar a fazer atos, a ter pensamentos, extra-ordinários, para além do normal, senão todos vamos ser engolidos no próximo nível da matriz de controle.

Há aí uma geração que tem agora 18 anos, que já está toda ela nesse 2º nível da matriz de controle, em que o controle já é mesmo bioquímico, psicotronico, através de certos tipos de expressão musical, das drogas, e de um certo tipo de fricção em que eles entram mesmo no nível psicossomático.

Há um ponto no teu ser em que o Universo inteiro presta reverência, é o ponto em que o homem se torna um construtor do infinito, aquele que assenta os tijolos de fogo, aquele que constrói o templo. Onde está a força, a lucidez, a superação dos seus limites? Onde está aquele sonho que já não tens mais coragem de enfrentar porque era demasiado belo e a realidade externa se encarregou de garantir que era impossível de ser manifesto?

A potência construtiva, esta paixão de mais além, vem quando eu não aceito as regras do jogo tridimensional, do jogo do medo e do comodismo, quando eu misturo a criança, o sábio, o revolucionário, o científico e o santo, tudo dentro de mim. O que tu precisas é de voltar a sonhar com um planeta purificado.

A nova Terra é um fato na 4ª dimensão mas aqui ela alimenta-se do teu Sonho, de Invocar, de Amar esse novo planeta. Ele vai descer, mas tu vais ter de ser retirado do caminho. Responsabiliza-te pelo teu sonho, leva-o mais fundo, mais longe, não ouças as vozes, são vozes do passado que nada sabem do futuro.

Renova o teu idealismo. Um ideal é uma inspiração que fecunda o nosso corpo causal e purifica a mente. Não é possível purificar a mente sem o ideal, porque senão existe uma versão do que deve ser o nosso planeta expressa de uma forma inequívoca dentro de ti, ela não se purifica porque ela não tem voltagem para impedir a entrada dos agentes dissolutivos que vêm de fora, não nesta etapa dos acontecimentos.

É necessário que eu diga coisas inaceitáveis que vêm do fundo, nem nós sabemos os limites da alma humana. Quando dizes uma coisa inaceitável a um irmão, ele fica entre dois pólos: ou sobe para o plano da alma e une-se ao que estás a dizer ou é estatelado na evidência da morte do seu próprio sonho.

Chegou a altura destes seres assumirem mais estatura e fazerem-se ao mar. Dar e não olhar para trás. Neste momento há grupos humanos que não comem nada, respiram bem, sabem lidar com o sol doutra maneira, não se aproximam de certas egrégoras, despertaram os mecanismos de fotossíntese no corpo, expandiram a pineal, contraíram o estômago, claro que há uma fisiologia oculta, claro que o nosso ponto não é este. O nosso ponto é o divino, se ele achar que é para deixar de comer, deixa-se de comer, desde que ele trate do assunto. Esses irmãos estão a provar para o mundo inteiro que até a alimentação é um mito.

Quando dizemos que Eles estão desligando a matriz de controle, já está no ponto em que há seres que desenvolveram mecanismos ocultos em que não precisam de comer.

Chegamos ao momento em que os mitos da mortalidade, o mito da carência, da dependência, o encarceramento dimensional em que a nossa humanidade tem estado, o tempo disto terminou.

Quando se diz: “faz-te ao mar”, é porque é preciso coragem cósmica para sair da prisão. Tu és muito mais livre do que possas imaginar. 80% do que tu comes não é importante, 80% da informação é redundante. A nossa energia é consumida em automatismos. O medo corrói o nosso potencial diário.

À medida que as pessoas começam a ser levadas para a nova matriz, há vários canais que vão ser ativados em nós: um deles são os sonhos.

À medida que vais entrando em contacto com o canal planetário da nova Terra, o canal dos sonhos vai ser profundamente estimulado. Vocês vão ter sonhos que estão diretamente associados ao que vai ficando para trás e o crescimento da consciência para fora do medo e para dentro do amor.

Essa instrução que a mônada faz através da alma usando os sonhos e uma certa oniromância que vai começar a reemergir cada vez mais, a capacidade de perceber o que um sonho nos quer dizer. Quando a dramatização de um sonho tenta descer ao córtex tem de enfrentar um campo eletromagnético específico que é a atividade eletromagnética do cérebro. Na antiga matriz de controle a tendência é para a pessoa não se lembrarem dos sonhos e também porque, do ponto de vista da constituição oculta do homem, há uma grande diferença entre a consciência de vigília e a consciência lúcida acima do cérebro. Há de fato um cinturão eletromagnético que é difícil para o material onírico atravessar.

À medida que começas a sair da matriz de controle e a entrar na matriz crística – isto não é nada de físico que possas fazer, tu simplesmente começas a perceber que estás a entrar em leis diferentes e a ter metabolismos diferentes – e que a tua consciência se altera rapidamente, um dos sintomas é: não querer ser correspondido, é não querer fazer militância espiritual e ser aceito, é não querer convencer toda a gente de que isto é real, é não querer fazer a cabeça dos outros. A outra frequência é que tu estás nessa Paz, nessa coesão vibratória e as coisas desdobram-se à tua frente.

Os sonhos começam a multiplicar-se porque eles fazem parte, não só da instrução do consciente, mas, principalmente, da instrução do inconsciente, que é onde o medo está enraizado.

Então, nós tínhamos sonhos psicanalizáveis que vinham do subconsciente, emergindo ao consciente, de regiões inferiores do ser e vamos começar a ter sonhos psicosintéticos que vêm do eu superior, não para a instrução do consciente mas para a instrução do inconsciente, são sonhos descendentes cuja origem é nas regiões superiores do próprio ser.

(agradecimentos a Alice Assunção pelo seu amoroso trabalho de transcrição e adaptação.)

Sobre Karla Kinhirin

♥ Karla Kinhirin ♥ Practitioner Mentor TA Reconnective Healing® and The Reconnection® - International The Reconnection Teaching Team ♥ Co Sponsor Internacional para Seminários The Reconnection. ♥ Como estou em muitas cidades e países diferentes, se você não obter uma resposta minha dentro de 48-72 horas, não hesite em reenviar seu email ou me ligar. Responderei o mais breve possível! Info@ReconectarBrasil.com · +55 – 48 8836 6471 11 3042 0333 · skype · reconexaobrasil http://www.facebook.com/karla.kinhirin ♥ ♥ KarlaKinhirin@ReconectarBrasil.com ♥ www.KarlaKinhirin.com ♥ www.ReconectarBrasil.com ♥ www.TheReconnection.com (inglês) ♥ Agende seu horário com um profissional treinado. Para maiores informações visite: www.ReconectarBrasil.com · www.TheReconnection.com The Reconnection™ ® - The Reconnection® e/ou Reconnective Healing® são marcas registradas internacionalmente. ♥
Esse post foi publicado em RECONEXÃO BRASIL BLOG e marcado , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para A MATRIZ DE CONTROLE E A MATRIZ MELCHIZEDEQUE

  1. Luiz disse:

    Ola!…Karla…maravilhoso e esclarecedor texto, valiosas informações nos passa André Louro, eu já tinha assistido uma palestra dele em vídeo a algum tempo, gostei muito, e me admirei na época, que de 1400 pessoas que o assistiram, apenas duas,(2) gostaram, 3 comigo. Ai da para a gente ver o quanto as pessoas estão ainda alienadas, pela matriz, como bem soubemos e é dito no texto. E divulgar essas informações de luz e libertação, é no momento o mais importante, claro nem todos pensam assim, mas a isso muitos vieram neste tempo e momento.

    Muita Luz e Amor a Você

  2. Álvaro Barria Maio disse:

    Obrigado pela divulgação deste texto profundamente esclarecedor de André, um instrutor dos novos tempos para mentes de todos os tempos.
    Um Bem-Haja.
    Álvaro Barria Maio.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s